Mensagem de Pentecostes


Neste domingo celebramos o Dia de Pentecostes. A festa do surgimento da Igreja. O livro de Atos, no capítulo 2, retrata o evento da manifestação do Espírito Santo de Deus sobre os apóstolos em Jerusalém. Esta manifestação é o evento criador da Igreja Cristã. O Espírito Santo se mostra presente na vida dos discípulos e das discípulas, capacitando estas testemunhas para vivenciar a sua fé no Cristo ressuscitado.

Por meio da ação do Espírito Santo de Deus, devemos celebrar e viver a fé. Devemos caminhar confiantes na graça de Deus, sabendo que Ele está guiando os nossos passos. Jesus Cristo e o Pai celestial nos enviam o Espírito motivador, consolador e animador para que nossa vida não seja vazia, sem sentido ou ineficaz.
O apóstolo Paulo em Romanos 8. 14-17 nos fala como esse Espírito de Deus age em nossa vida. Ele testemunha que somos guiados pelo Espírito.

Ser guiados pelo Espírito Santo é motivo de grande alegria e júbilo. Isto deve fazer toda a diferença para a nossa vida. Nossos gestos e atitudes devem ser inspirados e moldados pelo Espírito de Deus. É Ele quem deve governar nossos sentimentos e nossas ações.

O Espírito de Deus habita em nós para que proclamemos a todo o momento que Jesus é nosso Senhor e Salvador. O Espírito guia a nossa vida para que tenhamos intrepidez e coragem de viver intensamente o mandamento do amor a Deus, ao nosso próximo, e a nós mesmos.

O Evangelho de João, no capítulo 14, nos anima e fortalece mostrando que Deus está em Jesus, e por meio das duas pessoas da Trindade nos é enviado o Espírito consolador, o qual sempre está conosco. É confortador saber que não enfrentamos sozinhos as dificuldades que a vida nos impõe! Isso faz diferença para os nossos dias e noites. Isso faz sentido para as nossas alegrias e tristezas. Isso faz serem diferentes os bons e maus momentos que vivenciamos ou suportamos.

O apóstolo Paulo nos assegura que o Espírito de Deus não é Espírito de escravidão. É Espírito de liberdade. Deus não nos pressiona. Ele não nos coage ou obriga. Ele nos liberta para vivermos a fé de modo sincero, aberto e verdadeiro.

Não precisamos viver atemorizados, com medo, inseguros ou receosos. A salvação nos foi concedida por Deus em Cristo e o Espírito vem ao nosso encontro para nos ajudar a viver verdadeiramente essa graciosa salvação.

Devemos constantemente clamar a Deus em oração para que Ele continue nos preenchendo com seu Espírito vivificador. Devemos clamar a Deus para que continuemos firmados na verdade, caminhando pela via da salvação, guiados pelo Espírito Santo.

Nós somos filhos e filhas de Deus. Somos herdeiros da glória. Os sofrimentos que encontramos na caminhada não devem ser suficientes para nos abalar tão profundamente. Cristo mesmo testifica que podemos confiar em Deus acima de tudo e nos entregarmos em suas mãos para ser guiados por seu Espírito. Devemos confiar plenamente nesta graça.

Quem é guiado pelo Espírito está em movimento. Isto quer dizer que caminhamos, agimos, fazemos algo em favor de nós mesmos e também pelos outros que convivem conosco. Ser guiados pelo Espírito é também agir em favor de um mundo mais justo, mais solidário e mais fraterno. Quem é guiado pelo Espírito não se conforma com as coisas como elas são. Quer mudança! Quer transformação! Quer vida plena e justa para todas as pessoas.

Confiar que Deus nos salvou em Cristo e que Ele conduz a nossa vida por meio do Espírito é também lutar pela vida. “Não fazer nada” seria o mesmo que “não ser guiado pelo Espírito”.

Neste tempo de celebração da festa de Pentecostes, surgimento da igreja, motivação para a caminhada cristã, vamos seguir juntos em direção a um horizonte diferente. Não vamos caminhar segundo o espírito do mundo. Mas, vamos trilhar passos conforme o Espírito de Deus. Que a cada passo dado Ele possa ser nossa fonte de inspiração.

PPHM Marcelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente a postagem: